A gestão correta dos estoques, além de ser uma obrigação legal, exigida pela legislação tributária, também é determinante no resultado empresarial. Os meios tecnológicos são um grande aliado do empreendedor no seu gerenciamento, no entanto, podemos encontrar diversos problemas dentro das empresas pela falta de processos eficazes:

1. Entender o Ciclo Operacional da Empresa:

Permite mensurar o tempo que as atividades são desenvolvidas dentro do empreendimento, desde a compra da mercadoria até o recebimento da venda, mostrando ao gestor quais as possíveis falhas no fluxo de caixa:

2. Classificação ABC:

Consiste em classificar produtos do estoque de acordo com seu valor econômico. Produtos da Classe “A” terão maior importância e controle no reflexo de sua movimentação dentro do empreendimento.

3. Comprar Mais que o Necessário:

A compra em excesso traz risco de vencimento de validade dos produtos, geram necessidade de mais espaço para armazenamento e ainda paralisam o capital social de giro.

4. Falta de Inventários Periódicos:

Sem a conferência, perde-se a chance de encontrar possíveis falhas. Não há como deixar de verificar as divergências entre o estoque no sistema e o estoque real.

5. Não ter o Produto Desejado pelo Cliente:

As falhas de controle do número de produtos que existem em estoque e atraso na compra de novos itens podem frustrar o cliente. Além disso, a empresa pode passar uma imagem negativa de falta de produtos.

Devemos qualificar nossa Gestão de estoques, pois seus reflexos podem ser decisivos no momento de apurarmos o Lucro ou Prejuízo.

Informações: Escritório Ideal.