Presidente Rodrigo Ferreira, prefeito Gerson Nunes e o diretor financeiro da Acican, Hiran Motta, estiveram em reunião no dia 1º de abril (Foto: Divulgação/Acican)

Presidente Rodrigo Ferreira, prefeito Gerson Nunes e o diretor financeiro da Acican, Hiran Motta, estiveram em reunião no dia 1º de abril (Foto: Divulgação/Acican)

O presidente da Associação do Comércio, Indústria e Serviços (Acican), Rodrigo Ferreira, e o 1° diretor financeiro da entidade, Hiran Motta, estiveram em reunião com o prefeito Gerson Nunes no dia 1º de abril.

A Acican entregou ao chefe do Poder Executivo uma cara com três solicitações consideradas importantes para o desenvolvimento do município nas áreas do comércio e de prestação de serviços.

Uma das solicitações é a nomeação de um titular para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Cooperativismo. A demanda, no entanto, não será atendida integralmente, uma vez que a Câmara de Vereadores aprovou nesta semana a reforma administrativa da Prefeitura de Canguçu.

Entre as mudanças está justamente a extinção da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Cooperativismo, que passará a funcionar junto da Secretaria da Fazenda. A pasta terá o nome de Secretaria Municipal da Fazenda, Indústria e Comércio.

Rodrigo Ferreira e Hiran Motta também pediram a avaliação das regras e taxas cobradas de vendedores ambulantes que vêm de outras regiões do Estado, sem gerar emprego ou renda para o município. O objetivo, segundo eles, é proteger o comércio local.

O planejamento da 8ª edição da Feira do Comércio, Indústria e Serviços de Canguçu (Fecican), que estava prevista inicialmente para ser realizada em 2015 e deverá ocorrer em 2016, depende da liberação do Ginásio Conrado Ernani Bento para o evento.

Apesar de o local ter recebido o 6º Canto dos Cardeais, em março, a Acican está cautelosa quanto às condições de segurança do espaço e, por isso, pede informações sobre a situação do alvará de liberação junto ao Corpo de Bombeiros.

Informações: Canguçu On Line