Tudo começa pelo atendimento! É o primeiro contato que o cliente tem com a empresa. Por isso, atender bem é essencial para iniciar o processo de fidelização e satisfação do consumidor.

Um consumidor não pode, de forma alguma, sair do estabelecimento com a sensação que foi mal atendido. A famosa propaganda “boca a boca” até hoje, ainda é a mais eficaz que existe, especialmente na realidade da nossa cidade.

Para isso, podemos seguir algumas orientações:

Simpatia e educação: Pode parecer óbvio mas, muitas vezes, é item esquecido. Dê as boas-vindas e cumprimente com um sorriso. O tratamento “senhor” e “senhora” pode ser dirigido até mesmo para os clientes mais jovens. Mantenha contato visual.

Boa vontade: Seja firme e receptivo aos desejos das pessoas. Se você não é do setor que o cliente necessita, encaminhe-o para a pessoa responsável, mas mostre-se interessado em ajudá-lo.

Atendimento imediato e com rapidez: nunca deixe um cliente esperando, especialmente se o que você estiver fazendo não tiver relação com o atendimento à este cliente. Se realmente estiver ocupado, faça algum tipo de contato, diga algo como “só um momento, já irei lhe atender.”

Sentir-se à vontade: Muitas vezes o cliente fica inibido diante de um vendedor insistente, por isso não é importante fazer com que ele não se sinta pressionado. Estimule-o a falar e não o interrompa. Evite utilizar termos técnicos.

Conhecimento e segurança: procure conhecer bem os produtos com os quais você trabalha e saiba orientar os clientes para o produto que cumprirá com o que foi solicitado.

Jamais dê ordens: Ao invés de utilizar ordens de comando (como “pague no caixa”), procure utilizar expressões mais cordiais (“por favor, me acompanhe até o caixa para finalizar a compra”).

Se for necessário chame o seu superior: Diante de um cliente mais autoritário, tente usar de sua habilidade para atendê-lo, porém, caso perceba que seja necessário, procure ajuda de seu supervisor ou gerente, este com certeza terá mais facilidade para lidar com a situação.

Honestidade: mesmo sendo desagradável, é sempre melhor assumir um erro do que passar ao cliente a impressão de que você está escondendo informações ou omitindo os problemas.

Atenção às reclamações: escute com calma e atenção qualquer queixa ou sugestão de seu cliente. Lembre-se que as reclamações não ataques pessoais, mas um pedido de ajuda do cliente.

Aparência: a sua imagem corresponde à da sua empresa; por isso é importante manter uma aparência de acordo com a imagem à ser transmitida. Assim como os atendentes, o local de trabalho também deve se encontrar limpo, iluminado e organizado.

Esteja presente nas Redes Sociais: atualmente, a internet é uma forte ferramenta de atendimento, substituindo até mesmo os contatos telefônicos e pessoais, porém ela é de seguir as mesmas regras dos demais atendimentos.